content

Deep tech: Entenda esse novo conceito de negócio que pode revolucionar o mundo

 

Depois das big techs, como são chamadas as gigantes da tecnologia, um outro tipo de empresa tem se destacado no mercado mundial por seu desempenho. Somente em 2021, as deep techs atraíram cerca de US$ 18 bilhões em investimentos, segundo a Liga Ventures.

 

A previsão é de que o mercado siga aquecido. O Boston Consulting Group (BCG) estima que o ecossistema de deep techs pode atrair de US$ 140 bilhões a US$ 200 bilhões em investimentos até 2025.

 

Neste artigo, você conhecerá melhor esse conceito, suas características e suas formas de gerar valor. Continue a leitura.

O que é deep tech e como surgiu esse conceito?

Em tradução livre, deep tech ou deep technology significa tecnologia profunda. Na prática, se refere a empresas que nascem a partir da união de tecnologia, inovação e descobertas científicas. Muitas atuam no desenvolvimento de produtos e serviços em áreas como biotecnologia, blockchain, inteligência artificial, genética, química, etc.

 

O termo foi criado em 2014 pela indiana Swati Chaturverdi, CEO e cofundadora da plataforma de investimento-anjo Propel(x). Em artigo sobre o tema, a empreendedora explicou: “Empresas de deep tech são baseadas em descobertas científicas tangíveis ou inovações de engenharia significativas. Elas estão tentando resolver grandes problemas que realmente afetam o mundo ao seu redor.”

 

As deep techs estão na contramão de um mercado que, até então, concentrava nas big techs e em laboratórios tradicionais e consolidados a possibilidade de criação de soluções disruptivas. Por isso, é comum que seu surgimento ocorra dentro de laboratórios ou universidades, sendo conduzidas por estudantes, cientistas e pesquisadores.

Quais são as características e diferenciais das deep techs?

Um relatório elaborado pelo Boston Consulting Group (BCG) estabelece três características principais para as deep techs em um contexto de negócio: as soluções oferecidas devem ter um grande impacto socioambiental; são tecnologias que levam muito tempo para atingir a maturidade do mercado; e requerem alto investimento de capital.

 

As deep techs de sucesso também costumam apresentar quatro atributos complementares, segundo o estudo. O primeiro é o foco no problema que, em 97% dos negócios desse tipo, está alinhado às metas de desenvolvimento sustentável da ONU.

 

O segundo consiste em operar na convergência de tecnologias. O estudo mostra que 96% usam pelo menos duas tecnologias e 66% usam mais de uma tecnologia avançada.

 

O terceiro atributo está no fato de deep techs transferirem a inovação do mundo digital para o físico. Isso significa que 83% das empresas pesquisadas estão desenvolvendo um produto físico.

 

Por fim, o quarto fator é atuar como catalisadora de um novo ecossistema que conecta empresas, investidores, pesquisadores, etc.

 

Já a Propel(x) classifica as startups de tecnologia profunda como aquelas que compartilham as seguintes qualidades:

  • Desenvolvimento a partir de anos de pesquisa e testes em laboratório
  • Posse da propriedade intelectual
  • Conselho técnico, além do conselho comercial

Inovação, disrupção ou deep tech?

Para entender melhor como atuam as deep techs, pode-se utilizar o caso do Uber. O aplicativo traz a disrupção para o setor de mobilidade, já tendo conquistado milhões de clientes em todo o mundo. Porém, ele alavancou a economia do compartilhamento e construiu seu serviço usando as tecnologias já existentes.

 

Exemplos de deep techs no segmento de transportes, na visão de Swati Chaturvedi, incluiriam veículos autônomos, carros voadores ou outras tecnologias transformadoras.

 

Além disso, é importante destacar que as deep techs atuam focadas no impacto, fortalecendo a criação de uma sociedade 5.0, centrada no ser humano, e voltada à geração de valor para as pessoas.

Evolua com o mercado

Mantenha-se alinhado às evoluções do mercado, amplie suas possibilidades de atuação e crie novas oportunidades de negócio com a FIA Online. Com os cursos de pós-graduação e MBA, você se desenvolve como profissional a partir de uma metodologia exclusiva de networking. Conte com a experiência de profissionais que atuam como conselheiros e mentores dos principais projetos e grupos econômicos da América Latina.

 

Conheça nosso portfólio completo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

NAVEGUE POR CATEGORIA

Fique por dentro das últimas novidades da FIA Online

Subscreva aqui!